image



image



Dança Moderna

A Dança Moderna surgiu como uma forma de desaprovação às padronizações e rigidez técnica da Dança Clássica e apareceu no início do século XX, desenvolvendo-se principalmente nos Estados Unidos, por não ter uma tradição clássica, e na Alemanha, pela particularidade do alemão gostar de manter suas características próprias evitando influências externas. Seus precursores procuraram maneiras mais modernas e pessoais de expressar idéias através da dança. A Dança Moderna voltou ao início básico da dança, liberada de artifícios ou temas fantásticos. Era um meio do artista poder expressar seus sentimentos de um modo mais atual.

Entre os pioneiros do movimento estão as americanas Isadora Duncan, Loie Fuller e Ruth St. Denis; o suíço Emile Jacques-Dalcrose; e o húngaro Rudolf von Laban. Isadora Duncan era a mais espontânea, dançava descalça e vestia túnicas soltas que lhe davam liberdade de movimentos. Não permitia cenários que pudessem desviar a atenção da platéia. Isadora ignorava os movimentos convencionais; os seus eram inspirados pela natureza, pela música clássica e pelas tragédias gregas. As religiões orientais inspiraram as danças de Ruth St. Denis; ela e seu marido Ted Shawn abriram uma famosa escola em Los Angeles, a Denishawn. Muitos de seus alunos desenvolveram estilos mais pessoais e formaram suas próprias companhias, entre os quais a coreógrafa, bailarina e professora americana Martha Graham, que rompeu com as regras convencionais da dança, criando uma linguagem técnica de dança muito bem estruturada.

TÉCNICA

Enfatiza o contato do corpo com o solo e respeita o movimento natural do corpo, ao contrário do ballet clássico, que desafia a gravidade e tem movimentos preconcebidos, sem espaço para a expressão individual. A Dança Moderna é mais visceral e trabalha a emoção do movimento, explorando as possibilidades motoras do corpo humano. Usa o dinamismo, o emprego do espaço e do ritmo corporal em movimentos, respeitando a beleza das formas e equilíbrio estético. A Técnica de Dança Moderna engloba diferentes aspectos da dança, como equilíbrio, alongamento e flexibilidade, noção de eixo, articulações, postura, contração e relaxamento, percepção rítmica e consciência corporal. Trabalha-se o conceito de oposição contração/relaxamento, quedas e recuperações, torções e desencaixes, sempre enfatizando a profunda relação entre o movimento e a respiração, e deixando fluir o sentimento através da musicalidade.

PROPOSTA

Desenvolver nos alunos os fundamentos da Dança Moderna, baseados na técnica de Martha Graham. Como na Yoga, os pés são descalços e as aulas são estruturadas em sua maior parte em exercícios no chão, para aumentar a consciência corporal e postura, ao mesmo tempo em que trabalha bastante a flexibilidade. As oposições de contrações e expansões do corpo facilitam sincronizar os movimentos à respiração. Seguem-se exercícios técnicos no centro que trabalham equilíbrio e força, e deslocamentos nas diagonais para desenvolver a noção espacial e rítmica. Pequenos trechos coreográficos são utilizados para trabalhar a memorização, musicalidade e expressão individual do aluno. Curso livre dividido em nível Básico, Intermediário e Avançado. Indicado para a idade a partir de 10 anos.


<< Retornar à página dos cursos >>